• Blog da Skillio

Você conhece a Síndrome de FOMO?


Você já se sentiu mal ao não participar de uma live, um webinar ou uma conferência por achar que estava perdendo conteúdos e conexões importantes? Ou então nas férias, quando estava maratonando uma série e viu aquela publicação de um amigo curtindo em Cancún, sentiu que não estava aproveitando como deveria?


Se você já se viu em situações parecidas, você possivelmente já lidou com a FOMO (Fear of Missing Out), o medo de estar perdendo algo ou de estar ficando para trás. Neste artigo você conhecerá mais sobre essa síndrome que tem afetado a vida pessoal e profissional de milhares de pessoas e verá como evitá-la, apenas mudando alguns hábitos.





O QUE É FOMO?


FOMO é uma sigla para o termo em inglês "Fear of Missing Out", que em tradução livre significa medo de perder algo, utilizado para descrever a ansiedade de perder oportunidades. Geralmente, os sentimentos de FOMO são acompanhados pela ideia de que alguém (amigos, familiares ou colegas de trabalho) está participando de uma oportunidade que você está perdendo.

Não se trata apenas da sensação de haverem coisas melhores que você poderia estar fazendo no momento, mas também da sensação de que as outras pessoas estão tendo mais oportunidades ou aproveitando mais do que você. É o famoso "a grama do vizinho é sempre mais verde".


Como explicou o antropólogo francês René Girard, a tendência de querer o que as outras pessoas querem inevitavelmente resulta em rivalidade. De acordo com sua famosa teoria, "somos incapazes de realmente desejar algo, então procuramos modelos a seguir", portanto não sou livre para desejar o que quero, desejando assim o que as outras pessoas querem.


Além dessa rivalidade, a FOMO está diretamente relacionada à infelicidade. Estudos mostram que pessoas com baixos níveis de satisfação nas necessidades fundamentais de competência, autonomia e relacionamentos tendem a desenvolver níveis mais altos de medo de perder algo, assim como aqueles com níveis mais baixos de humor e satisfação geral com a vida.




COMO IDENTIFICAR A FOMO?


A FOMO é bem simples de ser identificada, mas muitas vezes pode ser confundida com ciúmes, inveja e também com a Síndrome do Impostor, onde a pessoa sente que não é como os outros a vêem e que vai ser "desmascarada" a qualquer momento.


Diferentemente das situações acima, o medo de perder algo é o sentimento de impotência, de fracasso, de insuficiência, de achar que todos ao seu redor estão avançando e você está estagnado. Confira aqui abaixo algumas situações típicas de quem está lidando com a FOMO:


[ 1 ]

"Você diz sim para todas as oportunidades relacionadas à trabalho que surgirem, com a justificativa de que essa pode ser uma grande oportunidade em potencial";

[ 2 ]

"Você se compromete com muitos eventos ou oportunidades de aprendizado como webinars, aulas ou conferências, porque se sentirá um fracasso se não dedicar cada segundo de tempo livre para impulsionar sua carreira";

[ 3 ]

"Você não consegue separar sua vida pessoal da profissional, verificando seu e-mail de trabalho enquanto relaxa, por exemplo, pois não quer perder nenhuma novidade ou possível oportunidade";

[ 4 ]

"Você costuma se sentir excluído e/ou para trás quando não é convidado para uma reunião ou consultado sobre uma decisão";

[ 5 ]

"Se você não puder participar de uma conferência ou evento, se sente frustrado por não fazer conexões valiosas que podem levar sua carreira ao próximo nível".

Se você se identificou com pelo menos uma das situações acima, você provavelmente já lidou ou está lidando com a síndrome de FOMO. Nós demos exemplos focados na carreira profissional, mas isso se aplica também à seus momentos de lazer, suas conquistas pessoais e até bens materiais, qualquer coisa em que você sente que os outros estão tendo melhores oportunidades ou que você está ficando para trás.




E COMO EVITAR?


A Síndrome de FOMO não se originou agora, mas têm ganhado força na atualidade devido ao mundo acelerado em que vivemos e, principalmente, pelas redes sociais. Nós estamos o tempo todo nos comparando, observando e analisando a vida de outras pessoas, nos tornando cada vez menos presentes e mais insatisfeitos.


Confira a seguir as nossas dicas para evitar essa síndrome e viver melhor:

#1 - Analise com calma


Antes de tirar qualquer conclusão sobre algo que você acha que está perdendo, faça uma análise concreta. Se você acha que perdeu um conteúdo importante ao não participar daquela conferência, pergunte e certifique-se quais temas foram abordados. Muitas vezes nossa mente aumenta oportunidades que, na verdade, poderiam nem ser tão boas assim.

#2 - Converse


Se você está se sentindo excluído, está sentindo que todos ao seu redor estão avançando e você não, converse sobre isso. Pergunte ao seu gestor o que poderia ser feito para que você tivesse uma oportunidade de crescimento, questione o motivo de não ter sido convidado para aquela reunião, deixe claro suas necessidades e sentimentos. A comunicação é a base de tudo e ela te ajuda a solucionar e evitar diversas situações estressantes.


#3 - Gerencie seu tempo


Saber gerenciar seu tempo te ajuda a priorizar o que você realmente precisa e/ou quer fazer, para que você não sinta que está perdendo algo. Se você quer participar de um congresso online, por exemplo, e isso é muito importante pra você, organize suas tarefas e sua agenda de forma que seja possível realizar isso. Clique aqui e confira nosso artigo com 11 ferramentas para gerenciar tarefas.


#4 - Seja grato


Parece besteira, mas não é. Sentir-se grato e praticar a gratidão tem um grande poder sobre nosso dia a dia e sobre nossa felicidade. Um bom exercício para isso é imaginar sua vida sem as coisas que considera mais importantes. Pratique agradecer por elas todos os dias até que isso se torne um hábito e veja como sua qualidade de vida pode melhorar.


#5 - Atenção plena

Outro exercício poderoso para aumentar sua satisfação e evitar a FOMO é a atenção plena. Estar 100% presente e 100% focado no que você está fazendo, além de melhorar sua produtividade, está diretamente relacionado à sua felicidade e qualidade de vida. Grandes personalidades como Bill Gates, Michael Jordan e Oprah praticam Mindfulness e Meditação e afirmam estarem mais focados, mais presentes e mais felizes. Clique aqui e confira nosso artigo sobre essas práticas.

Agora que você já conhece a Síndrome de FOMO, sabe identificá-la e sabe também como evitá-la, não há desculpas para se sentir fracassado ou ter medo de estar perdendo algo, hein? Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. Se você gostou, não se esqueça de compartilhar nas redes sociais com seus amigos.

E se você quer capacitar sua equipe nas habilidades e competências socioemocionais, conheça a Skillio. Uma experiência de aprendizagem ágil, simples, completa e ÚNICA para treinar seu time em Soft Skills. Em um único lugar você encontra uma plataforma completa, assessements, cursos on-line em vídeo com os maiores especialistas do mercado, possibilidade de customizar seus conteúdos e muito mais. Veja aqui!

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das novidades, lançamentos e promoções.

Asset 2@200x-8.png
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
© Skillio   -   Todos os direitos reservados.